Os avanços do empreendedorismo feminino no Brasil tem trazido mudanças no mercado e coloca as mulheres empreendedoras brasileiras diante de novos desafios, que na verdade se tornaram uma rotina na conquista de um espaço no mundo empresarial.
Os avanços do empreendedorismo feminino no Brasil tem trazido mudanças no mercado e coloca as mulheres empreendedoras brasileiras diante de novos desafios, que na verdade se tornaram uma rotina na conquista de um espaço no mundo empresarial.

Empreendedorismo feminino – Momento e desafios das mulheres empreendedoras

No mundo inteiro o empreendedorismo feminino mostra sua força e as mulheres se destacam cada vez mais nos diversos setores da economia. Elas estão no comércio, na indústria, na prestação de serviços e negócios digitais, mostrando que o empreendedorismo não é exclusividade masculina.

O crescimento do empreendedorismo feminino tem funcionado como ferramenta de equiparação de direitos entre os sexos, na medida em que, ao galgarem posições cada vez mais relevantes no mundo dos negócios, elas passam a reivindicar seu reconhecimento como personagens participantes do crescimento econômico.

Segundo o Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas, pesquisa elaborada pelo Sebrae que analisou a presença feminina nos pequenos negócios – aqueles que faturam até R$ 3,6 milhões por ano – entre os anos de 2001 e 2011, as mulheres vem ganhando cada vez mais espaço à frente das pequenas e médias empresas no Brasil.

As conquistas do empreendedorismo feminino

O empreendedorismo feminino, em alguns países, chega até mesmo a assustar algumas parcelas da sociedade, que haviam relegado à mulher um papel secundário na economia, seja por questões culturais ou descrença no potencial empreendedor da mulher.

Não precisa ir muito longe. Aqui mesmo no Brasil, ainda é comum vermos homens que resistem a serem comandados por mulheres, e que mesmo tendo que se submeter a essa situação, não vêm em sua chefe, as qualidades e competências necessárias para exercer a função.

O que leva as mulheres a empreenderem

A força do empreendedorismo feminino
A força do empreendedorismo feminino

Existem diversos fatores que levam tanto homens e mulheres a se lançarem no empreendedorismo, mas as pesquisas mostram que o empreendedorismo feminino é movido por motivações muitas vezes diferentes daquelas que os homens têm.

É claro que a motivação financeira é uma das principais razões, mas para as mulheres esse motivo não costuma ter um peso tão forte quanto representa para os homens. Elas exigem antes de tudo, exercer uma atividade que as traga satisfação pessoal.

Outro motivo apontado por muitas mulheres para embarcarem na onda do Empreendedorismo Rosa é a vontade de fazer a diferença e trazer algo de novo e positivo para o mundo. É um propósito que tem muito a ver com a maternidade, trazer algo de novo à vida.

Seja qual for a motivação, o fato é que a presença das mulheres no empreendedorismo trouxe uma nova visão para os negócios e tem influenciado tendências e acima de tudo, tem incentivado outras mulheres e empreenderem. É um ciclo virtuoso que se auto alimenta.

Os desafios do empreendedorismo feminino

Embora o número de mulheres à frente de negócios, sejam como proprietárias ou ocupando altos postos de comando em grandes corporações, os desafios a serem vencidos até chegarem a estes postos ainda são grandes.

Os desafios do empreendedorismo feminino
Os desafios do empreendedorismo feminino

O primeiro e mais comum é a falta de autoconfiança, uma característica que em muitos casos é incutida em nossa cabeça até mesmo por uma educação castradora que via como única função da mulher, cuidar da casa e dos filhos.

Felizmente esse cenário educacional já está mudando e as mulheres já começam a ser incentivadas a empreender.

O segundo é derivado do primeiro e se cristaliza na dupla jornada feminina. Muito embora as mulheres empreendedoras de hoje estejam conscientes do seu papel no desenvolvimento econômico e social, na maioria dos casos, ainda são responsáveis pela administração da casa e encaminhamento moral e educacional dos filhos.

Somam-se a estas questões, uma série de outras como a descriminação no ambiente de trabalho e a diferença de oportunidades em relação aos homens, um ponto onde o movimento pelo empoderamento das mulheres vem avançando no Brasil, mas isso fica para ser discutido em uma outra ocasião. O fato é que ser mulher e empreendedora é gratificante, mas sinceramente, não é fácil.

Principais características das mulheres empreendedoras

Diversas pesquisas têm indicado que o empreendedorismo feminino vem crescendo devido ao simples fato das mulheres possuírem características naturais que as favorecem neste segmento. Entre elas estão:

  • As mulheres empreendedoras prestam atenção maior a detalhes, são intuitivas e muito sensitivas, características que melhoram seu desempenho na gestão de negócios;
  • As empreendedoras tendem a aliar as principais características femininas, como sensibilidade, intuição e cooperação, com atitudes desbravadoras como coragem, determinação e iniciativa. Isso faz com que as coisas aconteçam mais facilmente para Elas do que para Eles;
  • Mulheres tendem a investir mais em capacitação. Pesquisas mostram que a proporção de mulheres empreendedoras com Ensino Médio é duas vezes maior que a de homens;
  • Outra característica do empreendedorismo feminino é que as mulheres buscam muito mais informações sobre o negócio que pretendem abrir do que os homens. Além disso, as mulheres costumam buscar informações no Sebrae em número muito maior do que os homens;
  • As mulheres empreendedoras, em sua grande maioria, costumam ser mais atenciosas e cuidadosas com os clientes, o que cria um cenário propício à fidelização dos mesmos, criando assim um negócio com uma base sólida e duradoura de consumidores;
  • Finalmente, as mulheres tendem a conciliar melhor suas atividades profissionais com as atividades pessoais, o que dá mais estabilidade ao negócio, uma vez que problemas pessoais não têm tanto impacto sobre o dia a dia da empresa.

Não se trata de dizer que as mulheres são melhores do que os homens, mas que o empreendedorismo feminino traz para o cenário empresarial, algumas características natas das mulheres que acabam impactando positivamente no dia a dia dos negócios.

   Complete sua leitura com o artigo Mulheres Empreendedoras no Brasil

A principal proposta do nosso site é trazer à discussão o empreendedorismo feminino, como forma de amplificar esse movimento e incentivar novas empreendedoras a se juntarem a ele. Mantenha-se atualizada assinando nosso Boletim Informativo.

Por Josiane Osório

5.00 avg. rating (99% score) - 12 votes

DEIXE UMA RESPOSTA