Conheça os tipos de negócios preferidos pelas mulheres. Não que existam negócios “para mulheres” e negócios “para homens”, mas a verdade é que alguns segmentos atraem mais mulheres empreendedoras do que outros. Confira.
Conheça os tipos de negócios preferidos pelas mulheres. Não que existam negócios “para mulheres” e negócios “para homens”, mas a verdade é que alguns segmentos atraem mais mulheres empreendedoras do que outros. Confira.

Quais são os negócios preferidos pelas mulheres empreendedoras

Você faz uma ideia de quais são os negócios preferidos pelas mulheres empreendedoras? Uma pesquisa realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor revelou quais são os segmentos de negócios que mais atraem as mulheres.

Não que existam segmentos específicos para as mulheres. Esse é um mito que já foi por água abaixo há muito tempo. Hoje temos mulheres à frente de negócios que há pouco tempo atrás eram considerados território exclusivo dos homens.

Segundo a pesquisa, a questão do gênero tem muito menos a ver com a escolha do que o senso de oportunidade de negócio. Analisando a pesquisa, vemos que a questão da oportunidade é responsável por 60% das escolhas.

Mesmo assim, se cruzarmos os dados desta pesquisa com pesquisas realizadas por outros órgãos e instituições, veremos que os tipos de negócios preferidos pelas mulheres empreendedoras, tendem a convergir para alguns segmentos específicos.

Quais são os tipos de negócio preferidos pelas mulheres empreendedoras

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade – IBQP, 33% das mulheres empreendedoras brasileiras dão preferência a atividades ligadas ao comércio varejista, 20% optam pelo segmento de alimentação e 12% se dedicam a indústria de transformação.

Quais são os negócios preferidos pelas mulheres
Quais são os negócios preferidos pelas mulheres

Entre serviços e indústria de transformação, a preferência das mulheres é pelo setor de serviços.

Este é o setor que mais gera oportunidades e cresce no país, mesmo em tempos difíceis, conforme dito em nosso artigo Negócios Que Resiste à Crise.

É no setor de serviços que as mulheres mais inovam e onde possuem um potencial de crescimento maior. Uma das hipóteses para esta predileção e movimento de inovação é que as mulheres tendem a ser mais propensas a criar novas soluções e também buscam muito mais capacitação do que os homens.

De acordo com uma pesquisa elaborada pelo Sebrae, os segmentos de beleza, estética, moda e saúde são dos que mais atraem mulheres empreendedoras e, coincidência ou não, os que mais crescem no Brasil.

Afinidades natas

Como dissemos anteriormente, não existem negócios “de mulheres” e “negócios de homens”. O que existe mesmo são negócios. De qualquer forma, não há como negar que os negócios preferidos pelas mulheres, se analisarmos os diversos estudos, são em segmentos que fazem parte do universo feminino, como beleza e saúde, alimentação, moda e cuidados pessoais.

No segmento de franquias essa preferência por determinados segmentos fica muito clara. As franquias voltadas para o atendimento do público feminino, como esmalterias, clinicas de estética, lojas de roupas e alimentação tem em sua grande maioria uma ou mais mulheres à frente do negócio.

Um exemplo de empreendedorismo feminino na área de beleza é o de Zica Assis e Leila Velez, donas do Instituto Beleza Natural, uma gigantesca rede de salões de beleza no Brasil. Zica desenvolveu uma fórmula relaxante para cabelos que foi a base para a construção deste verdadeiro império que hoje em dia conta com mais de 20 salões.

Outro exemplo é o de Luiza Trajano, presidente da rede Magazine Luiza. No caso dela, a opção foi pelo varejo, tanto físico quanto virtual. O resultado disso é uma rede com mais de 800 lojas e uma das maiores operações de e-commerce no Brasil.

Uma escolha que merece reflexão

Embora o processo de empoderamento das mulheres lance cada vez mais empreendedoras à frente de negócios, não se trata apenas de escolher um segmento lucrativo e pronto, você certamente terá sucesso.

É certo que alguns setores de negócios preferidos pelas mulheres que são extremamente lucrativos, mas antes de pensar em dinheiro, você precisa pensar em satisfação pessoal e profissional. Fazer o que se gosta simplesmente não tem preço.

Agora que você já conhece os negócios preferidos pelas mulheres, o que acha de começar a montar o seu? Mantenha-se informada sobre esse e outros artigo sobre o empreendedorismo feminino, assinando nosso Boletim Informativo.

5.00 avg. rating (99% score) - 8 votes

DEIXE UMA RESPOSTA