Veja nossa análise sobre o segmento de franquias de cursos de idiomas, um dos que mais atrai a atenção dos novos empreendedores. Mesmo sendo o segmento de franquias de escolas de idiomas extremamente lucrativo, é necessário observar algumas questões.
Veja nossa análise sobre o segmento de franquias de cursos de idiomas, um dos que mais atrai a atenção dos novos empreendedores. Mesmo sendo o segmento de franquias de escolas de idiomas extremamente lucrativo, é necessário observar algumas questões.

Franquias de cursos de idiomas – Um panorama do setor

As franquias de cursos de idiomas podem ser consideradas as percursoras do franchising no Brasil e também um dos segmentos que atraem o maior interesse dos novos empreendedores.

O interesse na área de franquias de escolas de idiomas se dá em função de dois fatores fundamentais. O primeiro deles é a amplitude do público-alvo com o qual o segmento trabalha, indo desde crianças ainda não alfabetizadas até o público da terceira idade.

O segundo fator é a importância cada vez maior do domínio de um segundo idioma para o sucesso profissional. Esses dois fatores colocam o segmento de franquias de cursos de idiomas em uma situação invejável no cenário do franchising brasileiro.

Um erro muito comum entre os novos empreendedores é achar que o setor esteja saturado. O fato é que, segundo pesquisa realizada pelo instituto Data Popular, a pedido do British Council, apenas 3,4% da classe média brasileira fala inglês, o que revela o potencial deste mercado.

Panorama do setor de franquias de cursos de idiomas

Como dito anteriormente, esse é um mercado que possui ainda um grande potencial, mas isso não significa que seja um setor fácil para quem deseja iniciar seu negócio próprio no setor de franquias.

Como o setor é formado por um grande número de empresas com bastante experiência comercial, temos um cenário de bastante concorrência, onde a disputa por cada aluno é ferrenha. Não basta que o empreendedor simplesmente goste de idiomas para ser bem sucedido no negócio.

É preciso ter muito tino comercial, uma grande capacidade de gerir pessoas e capacidade de adaptação, pois neste exato momento o mercado enfrenta uma grande transformação em função do surgimento e crescimento dos cursos online.

As franquias de cursos de idiomas têm encontrado nos cursos online, como Open English e Englishtown, uma concorrência que não existia antes, que tem como grande aliada a comodidade que seu formato de ensino oferece.

Desempenho do segmento de franquias de escolas de idiomas

O setor de franquias de educação, que envolve escolas, cursos profissionalizantes e treinamentos em geral, respondeu no último ano, por 6,6% do faturamento geral do franchising brasileiro segundo dados da ABF – Associação Brasileira de Franchising.

O faturamento do segmento em 2015 foi de R$ 9,2 bilhões, com um crescimento nominal de 8,7% que quando confrontado com a taxa de inflação de 10,67% no período analisado, revela uma queda real de 1,97%. Levando-se o impacto da crise em outros setores, podemos dizer que o resultado final não foi ruim.

No período analisado, o número de unidades abertas no país era de 15.267, um crescimento em relação a 2014 de 4%. As perspectivas para 2016, apesar da crise que marcou este ano, é de um crescimento parecido, segundo dados prévios sobre o desempenho do setor de franquias em 2016.

Franquias de escolas de idiomas – Uma análise das do mercado de franquias de ensino de idiomas

Como investir em franquias de ensino de idiomas

Um dos principais erros dos empreendedores que gostariam de investir no segmento de franquias de ensino de idiomas é achar que pelo simples fato de gostar de lecionar já os fazem potenciais franqueados de sucesso.

Nada mais errado do que isso. É claro que como em qualquer outro negócio, gostar do que faz já é meio caminho para o sucesso, mas para ganhar dinheiro de verdade com franquias de cursos de idiomas é necessário também ter um tino comercial apurado.

É preciso também ter uma grande capacidade de gerir pessoas, pois este é um setor onde o insumo básico são elas, por isso, ter liderança e boa capacidade de motivar e gerenciar os colaboradores também faz parte do perfil ideal do empreendedor deste setor.

Outros aspectos a serem analisados

Como você já deve percebido, para ter sucesso no segmento de franquias de cursos de idiomas é necessário bem mais do que paixão, por isso é preciso buscar junto ao franqueador, o máximo possível de suporte, não só na parte didática, mas também na implantação e gestão do negócio.

O suporte do franqueador deve abranger o material didático, na verdade o grande insumo desse negócio, e também treinamento para professores, para que eles possam se alinhar com a metodologia educacional desenvolvida pelo franqueado.

A escolha do tipo de curso também é fundamental. Opte por oferecer cursos que atendam às necessidades do público local, com preços compatíveis com a concorrência já estabelecida, professores realmente capacitados e um ambiente agradável para criar um diferencial em relação aos seus concorrentes online.

A opção por nichos é outra boa aposta. Os cursos de idiomas voltados para o público infantil como The Kids Club, Teddy Bear e Pingu’s são boas opções nesta área. Trabalhando com um público mais específico, você consegue fugir da concorrência acirrada dos escolas de idiomas de abrangência mais ampla.

Perfil de investimento em franquias de cursos de idiomas

Respeitadas as diferenças entre as diversas opções de franquias do setor de cafeterias e confeitarias, podemos estabelecer o seguinte perfil para o investimento em empresas neste setor, com base em pesquisa realizada pela Serasa Experian:

  • Capital inicial necessário – De R$ 2 mil a R$ 300 mil
  • Necessidade de capital de giro – De R$ 5 mil a R$ 100 mil
  • Taxa de franquia – De R$ 660 a R$ 300 mil
  • Prazo de retorno do investimento – De 12 a 36 meses
  • Área da loja – De 60 a 300 m2
  • Número de funcionários – De 4 a 30
  • Lucro esperado sobre as vendas – 30,2%

O setor de franquias de cursos de idiomas é sem dúvida uma das melhores opções a serem levadas em consideração na hora da avaliar as oportunidades do franchising brasileiro, em função do seu crescimento e perspectivas futuras. Mantenha-se atualizado sobre este setor, assinando a Newsletter do Mulheres Empreendedoras.

Por Maria Paula

5.00 avg. rating (98% score) - 2 votes

DEIXE UMA RESPOSTA